Chuva e greve comprometem em até 50% as vendas no comércio

As fortes chuvas que atingem todo o Estado e a greve dos rodoviários podem comprometer de 40% a 50% as vendas no comércio neste final de ano, segundo estimativa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Espírito Santo (Fecomércio-ES).

Em meio a um ano tumultuado, a previsão era de buscar compensar os prejuízos do ano nesta época de dezembro. Com a greve dos rodoviários, a partir de hoje (18), o comércio, considerado o principal gerador de receita do Estado, sofre perdas que variam de 20% a 30% das previstas para este período.

Os prejuízos afetam lojistas e trabalhadores, já que cerca de 80% dos profissionais que trabalham no setor possuem cargos comissionados e contam com a renda para auxiliar nas despesas pessoais.

As chuvas que atingem o Estado também contribuem para a redução nas vendas, causando redução de 10% a 20% nas vendas no comércio.

Os números são reflexos da insegurança da população de sair de casa e não ter o transporte público para deslocamento e da dificuldade de locomoção devido aos diversos trechos de alagamento, inibindo assim, as pessoas de irem às compras.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique atualizado

Assine e receba nosso conteúdo em sua caixa de entrada.

Formulário Newsletter