INTEGRADO AO SISTEMA FECOMÉRCIO ES
  • Sindical

  • Institucional

  • Serviços

  • Comunicação

  • Contato
  • Notícias
  • Fotos

  • CARTÃO DO EMPRESÁRIO


Confiança dos empresários do comércio registrou segunda queda consecutiva em abril

Publicado em 09/05/2022

Após uma sequência de três meses de estabilidade o Índice de Confiança dos Empresários do Comércio (ICEC) calculado para Vitória-ES apresentou o segundo recuo consecutivo na comparação mensal. Em abril, o ICEC caiu 3,1% em relação ao mês anterior, mas ainda obteve crescimento de 10,2% quando comparado a abril de 2021, marcando 120,3 pontos e permanecendo no nível otimista.

Em termos percentuais, todos os três subíndices pesquisados registraram queda mensal. O maior impacto negativo foi daquele que avalia as condições de investimentos (IIEC) que caiu 4,7% frente ao mês anterior. Em relação ao ano passado ainda obteve crescimento de 3,3%, marcando 108,2 pontos.

O presidente da Fecomércio-ES, José Lino Sepulcri, avalia que diante de novas variáveis no cenário de 2022, as expectativas dos empresários do comércio para os próximos meses foram frustradas em relação a retomada mais forte da atividade econômica no pós-pandemia. "Esses fatores, já bem conhecidos, inflação e juros altos, conflito militar no exterior e ambiente político das eleições no Brasil são os novos desafios e as incertezas geradas por eles provocaram cautela nas avaliações dos lojistas na pesquisa de abril".

Resultados Abril 2022

ICEC geral. O Índice de Confiança dos Empresários do Comércio (ICEC) de Vitória recuou 3,1% em abril em relação a março, passando a 120,3 pontos. Em relação a 2021 houve avanço de 10,2%. O indicador varia de 0 (zero) a 200 (duzentos) pontos na qual 100 (cem) corresponde à zona de indiferença, abaixo à situação de pessimismo e acima, otimismo. 

Subíndices. Todos os três subíndices pesquisados registraram queda mensal, sendo o maior impacto negativo vindo daquele que avalia as condições de investimentos (IIEC). O IIEC caiu 4,7% frente ao mês anterior, mas em relação ao ano passado ficou 3,3% maior, marcando 108,2 pontos. O segundo na escala de impacto foi o que avalia as condições atuais da economia, do setor e da empresa (ICAEC) que obteve queda de 3,3% frente ao mês anterior, mas alta de 25,3% em relação ao ano passado, marcando 107,9 pontos. A avaliação das expectativas (IEEC), na qual os empresários expressam as expectativas para os próximos meses, recuou 1,7% na primeira comparação e avançou 5,9% relação ao ano passado, marcando 144,7 pontos. 

Resultados por porte de empresa

O quadro compara a situação entre as empresas com até 50 empregados e as que possuem mais de 50 empregados.

Brasil

O ICEC apurado para o Brasil registrou alta de 2,0% em abril com relação a março de 2022, passando a 118,0 pontos. Na comparação anual, a confiança do comerciante ficou 23,3% maior.

Nota Técnica

Os dados do Índice de Confiança dos Empresários do Comércio (ICEC) são coletados em âmbito nacional pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e disponibilizados às federações para elaboração das análises estaduais. A ICEC é um indicador que mede a percepção dos empresários do comércio sobre a situação atual e futura da economia, do setor e da empresa e a propensão a investir. A amostra é de, no mínimo, 175 empresas comerciais localizadas na capital Vitória–ES. A análise local é da Assessoria Econômica da Fecomércio-ES. 
Confiança dos empresários do comércio registrou segunda queda consecutiva em abril

Compartilhe:

 

 

Visitas: 43



CONTATO


NEWSLETTER


LOCALIZAÇÃO


REDES SOCIAIS


Onde estamos

Este site utiliza cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência. Leia nossa Política de privacidade.