INTEGRADO AO SISTEMA FECOMÉRCIO ES
  • Sindical

  • Institucional

  • Serviços

  • Comunicação

  • Contato
  • Notícias
  • Fotos

  • INFORME JURÍDICO


4.306 empregos formais foram gerados no Espírito Santo em março

Publicado em 07/05/2021

O resultado em 2021 é o melhor registrado para meses de março desde 2008

Em março o mercado de trabalho formal do Espírito Santo avançou na geração de postos de trabalho formais, com um saldo positivo entre admissões e demissões de 4.306 empregos com carteira assinada. O resultado em 2021 é o melhor registrado para meses de março desde 2008. Lembrando que em janeiro e fevereiro de 2021 foram registrados recordes mensais históricos.

No entanto, é possível observar que houve um aumento mais significativo das demissões em relação aos dois primeiros meses do ano, o que pode ter sido um reflexo da quarentena imposta pelo governo estadual. O saldo positivo foi resultado da movimentação de 33.472 admissões contra 29.166 demissões, o que na comparação com o mês anterior, significou um aumento de 1,4% nas admissões frente a um aumento de 11,4% das demissões. Os setores de Serviços (+1.597) e Indústria (+1.721) foram os que puxaram a geração de empregos no mês no Estado. O Brasil avançou em 184.140 postos de trabalho formais, um ritmo bem menor que imprimiu em janeiro e fevereiro.

A Fecomércio-ES avalia que já houve reflexos negativos da quarentena nos indicadores de março, mas podem aparecer com mais consistência em abril. Apesar de o impacto ser menor que o do mesmo período do ano passado, quando as incertezas eram muito maiores, a expectativa para os próximos meses é que não haja prolongamento de medidas restritivas. O desafio dos empresários para 2021 continua sendo fazer frente a essas incertezas, pois a recuperação dos postos de trabalho formais depende da dinâmica da atividade econômica.

Resultados Espírito Santo

Março 2021. O mês de março registrou saldo positivo entre admissões e demissões, sendo responsável pela criação de 4.306 empregos com carteira assinada no Espírito Santo, movimento de 33.472 admissões contra 29.166 demissões. Na comparação com o mês passado as admissões avançaram 1,4% e as demissões foram 11,4% maiores. 

Setores. Os setores de Serviços e Indústria foram os que puxaram a geração de empregos no mês de março. O saldo entre admissões e demissões do setor de Serviços ficou positivo em 1.597 e da Indústria em 1.721 empregos com carteira assinada. Os setores de Comércio (+118) e Construção Civil (+627) também contribuíram para a abertura de empregos formais no Estado em março.

Municípios do Espírito Santo

Resultados por município. Os resultados por município mostram que Serra (+1.504) e Cachoeiro de Itapemirim (+363) foram os que mais contribuíram com a criação de postos de trabalho formais em março, em termos absolutos. Mais detalhes podem ser vistos no quadro a seguir. Dos 78 municípios capixabas, 50 geraram empregos no mês.

O “Estoque em janeiro 2021” se refere à quantidade de postos de trabalho formais em cada município em janeiro de 2021.

Brasil

O Brasil avançou em 184.140 empregos formais no mês de março de 2021. Os setores de Serviços (+95.553) e da Indústria (+42.150) foram os que mais influenciaram o resultado positivo de março.


Nota Técnica

Os dados do Mercado de Trabalho Formal são disponibilizados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), órgão do Ministério da Economia (ME), para o Brasil e Unidades de Federação. A análise dos dados do Espírito Santo é realizada pela Assessoria Econômica da Fecomércio-ES.

Acesse o levantamento completo!

Foto: Divulgação
4.306 empregos formais foram gerados no Espírito Santo em março

Compartilhe:

 

 

Visitas: 143



CONTATO


NEWSLETTER


LOCALIZAÇÃO


REDES SOCIAIS


Onde estamos

Este site utiliza cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência. Leia nossa Política de privacidade.