INTEGRADO AO SISTEMA FECOMÉRCIO ES
  • Sindical

  • Institucional

  • Serviços

  • Comunicação

  • Contato
  • Notícias
  • Fotos

  • INFORME JURÍDICO


Espírito Santo gerou mais de 6.800 empregos em 2020

Publicado em 22/02/2021


Indicador de emprego formal no Estado fechou o ano positivo pela terceira vez 

DESTAQUES

O mês de dezembro de 2020 obteve um saldo entre admissões e demissões negativo em 1.422 postos de trabalho com carteira assinada no Estado;

Mesmo negativo, foi o melhor mês de dezembro da série histórica capixaba iniciada em 2004;

Com esse resultado o acumulado do ano de 2020 foi um saldo positivo em 6.812 empregos formais no Estado;

As atividades que mais contribuíram para o resultado positivo no ano foram Construção Civil (+5.071) e Indústria (+4.089).

 
ANÁLISE COMPLETA

Apesar do mês de dezembro apresentar um saldo negativo entre contratações e demissões, o acumulado do ano de 2020 fechou positivo. É o terceiro ano consecutivo na qual as admissões superaram as demissões no mercado de trabalho formal do Espírito Santo. Entre as a atividades, a Construção Civil, a Indústria e o Comércio fecharam o ano com saldo positivo.

Historicamente, acontecem mais demissões que admissões no último mês do ano. Mesmo com toda crise gerada pela Pandemia do Coronavírus, o resultado negativo em 2020 foi o menor em toda a série histórica da pesquisa, iniciada no Estado em 2004.

 A Fecomércio-ES avalia que o ano de 2020 foi desafiador tanto para empregados quanto para empregadores. O programa de manutenção do emprego teve papel fundamental durante a fase mais crítica e, junto às demais medidas tomadas pelo governo, deram relativo dinamismo na economia o que fez com que o mercado de trabalho retomasse a partir do mês de julho. 

Mais do que nunca, a continuidade da criação de empregos formais é essencial e de grande influência para a melhoria dos demais indicadores da economia. As expectativas para 2021 são positivas, sob a condição de um cenário econômico mais favorável e dos efeitos positivos do início da vacinação contra a Covid-19 no Brasil e no mundo.

 
Resultados Espírito Santo

Resultado Mensal.  O mercado de trabalho do Espírito Santo retraiu em dezembro. Resultado da movimentação de 26.806 admissões contra 28.228 demissões, o mês mostrou um saldo líquido negativo de 1.422 empregos com carteira assinada. 

Resultado Anual. Apresentando criação de empregos em sete meses do ano, o resultado acumulado de janeiro a dezembro de 2020 foi positivo em 6.812 postos de trabalho formais. Pela terceira vez consecutiva o Estado fecha um ano com criação de empregos.


Setores. No resultado anual, o setor de Construção Civil foi o que mais contribuiu para a criação de empregos formais no Estado, com um saldo líquido entre contratações e demissões de 5.071 postos de trabalho. O Comércio também acumulou saldo positivo, com a criação de 1.722 postos de trabalho formais. Os setores que apresentaram saldos negativos no ano no Espírito Santo foram os Serviços (-3.350) e a Agropecuária (-720).


Municípios do Espírito Santo

Resultados por município. Os resultados por município no ano de 2020 mostraram que os municípios de Serra (+5.954) e de Aracruz (+1.841) foram os que mais contribuíram com a criação de postos de trabalho formais, em termos absolutos. Mais detalhes podem ser vistos no quadro a seguir. Dos 78 municípios capixabas, 41 geraram empregos no ano. Por outro lado, os municípios com saldos mais negativos foram Vitória (-3.550) e São Mateus (-1.125). O “Estoque em DEZ/20” se refere à quantidade de postos de trabalho formais em cada município ao final de dezembro de 2020.



Brasil

Depois de cinco meses consecutivos, o Brasil extinguiu postos de trabalho em dezembro, apresentando um saldo negativo entre admissões e demissões de 67.906 postos de trabalho formais. Mesmo com esse resultado, o país acumulou em 2020 a geração de 142.190 empregos com carteira assinada. Os setores de Construção Civil (+112.174) e Indústria (+95.588) foram os que mais contribuíram para o resultado positivo no ano.




Nota Técnica
Os dados do Mercado de Trabalho Formal são disponibilizados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), órgão do Ministério da Economia (ME), para o Brasil e Unidades de Federação. A análise dos dados do Espírito Santo é realizada pela Assessoria Econômica da Fecomércio-ES.



Espírito Santo gerou mais de 6.800 empregos em 2020

Compartilhe:

 

 

Visitas: 88



CONTATO


NEWSLETTER


LOCALIZAÇÃO


REDES SOCIAIS


Onde estamos

Este site utiliza cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência. Leia nossa Política de privacidade.