INTEGRADO AO SISTEMA FECOMÉRCIO ES
  • Institucional

  • Sindical

  • Serviços

  • Notícias
  • Comunicação

  • Fotos

  • Contato


Espírito Santo gera 6.166 empregos formais no melhor agosto da série histórica

Publicado em 09/10/2020

Foi o segundo mês consecutivo na qual as contratações superaram as demissões no mercado de trabalho formal capixaba


DESTAQUES

O mês de agosto de 2020 obteve um saldo entre admissões e demissões positivo em 6.166 postos de trabalho com carteira assinada no Estado;

Foi o melhor resultado para um mês de agosto da série histórica capixaba, iniciada em 2004;

As atividades que mais contribuíram para o resultado positivo no mês foram a Indústria (+2.953) e a Construção Civil (+1.388);

O Comércio, que foi a quarta maior contribuição, obteve saldo positivo de 873 em agosto. O mês também marcou o retorno da geração de empregos no setor de Serviços com saldo positivo em 1.146 empregos; 

No acumulado de janeiro a agosto, o Estado acumula um saldo entre admissões e demissões em 18.387 empregos formais.

ANÁLISE COMPLETA

Dando prosseguimento à recuperação do mercado de trabalho formal do Espírito Santo, o mês de agosto mostrou mais um resultado positivo criando 6.166 postos de trabalho formais. Esse foi o segundo mês consecutivo de geração de empregos com carteira assinada e, também, o melhor resultado para meses de agosto de toda a série histórica, iniciada em 2004.

O resultado no mês foi decorrente da movimentação de 24.463 admissões contra 18.297 demissões. Em comparação a julho, enquanto as contratações avançaram 12%, as demissões foram apenas 4% maiores. Mesmo com o resultado positivo de agosto, o Estado ainda acumula no ano a perda de 18.387 empregos formais de janeiro a agosto. 

O Brasil também avançou em 249.388 postos de trabalho com carteira assinada no mês de agosto, mas ainda acumula uma perda de cerca de 850 mil empregos formais no ano.   

A Fecomércio-ES avalia que o resultado alcançado em no mês confirma as  expectativas de melhoria contínua do mercado de trabalho no segundo semestre. Mesmo sabendo que ainda não foi suficiente para recuperar todas as perdas, o resultado mostra que o mercado de trabalho formal está reagindo. 

Resultados Espírito Santo

Agosto 2020. O mês de agosto registrou saldo positivo entre admissões e demissões, sendo responsável pela criação de 6.166 empregos com carteira assinada no Espírito Santo, movimento de 24.463 admissões contra 18.297 demissões. Em comparação a julho as admissões avançaram 12% e as demissões foram apenas 4% maiores. Com esse resultado, o acumulado no ano de janeiro a agosto de 2020 passou a ser negativo em 18.387 postos de trabalho formais. 

Comércio e Serviços. O saldo entre admissões e demissões do Comércio ficou positivo em 873 vagas e os Serviços em 1.146 empregos com carteira assinada.

Demais setores. No mês, os setores de Indústria (+2.953) e Construção (+1.388) foram responsáveis pela maior parte da abertura de empregos formais no Estado em agosto.

Municípios do Espírito Santo

Resultados por município. Os resultados por município mostram que os municípios de Serra (+1.871) e de Aracruz (+976) foram os que mais contribuíram com a criação de postos de trabalho formais em agosto, em termos absolutos. Mais detalhes podem ser vistos no quadro a seguir. Dos 78 municípios capixabas, 56 geraram empregos no mês. Mesmo com os últimos resultados positivos verificados, o acumulado de janeiro a agosto de 2020 ainda está negativo no Estado os cinco municípios que mais extinguiram postos de trabalho foram: Vitória (-5.339), Vila Velha (-3.905), Cariacica (-2.963), Guarapari (-2.130) e Cachoeiro de Itapemirim (-1.332). Estes foram responsáveis, juntos, pelo fechamento de 15.669 empregos formais (85% do total).

O “Estoque em janeiro” se refere à quantidade de postos de trabalho formais em cada município em janeiro de 2020.

Brasil

O Brasil avançou em 249.388 empregos formais no mês de agosto de 2020. Os setores da Indústria (+92.893) e da Construção (+50.489) foram os que mais influenciaram o resultado positivo de agosto. De janeiro a agosto o país ainda acumulou um saldo negativo entre admissões e demissões em 849.387.

Nota Técnica

Os dados do Mercado de Trabalho Formal são disponibilizados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), órgão do Ministério da Economia (ME), para o Brasil e Unidades de Federação. A análise dos dados do Espírito Santo é realizada pela Assessoria Econômica da Fecomércio-ES.



Espírito Santo gera 6.166 empregos formais no melhor agosto da série histórica

Compartilhe:

 

 

Visitas: 49



CONTATO


NEWSLETTER


LOCALIZAÇÃO


REDES SOCIAIS


Onde estamos

Este site utiliza cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência. Leia nossa Política de privacidade.