INTEGRADO AO SISTEMA FECOMÉRCIO ES
  • Institucional

  • Sindical

  • Serviços

  • Notícias
  • Comunicação

  • Fotos

  • Contato


Vendas do comércio capixaba registram recuo histórico em abril

Publicado em 26/06/2020

Crise do Novo Coronavírus abalou as expectativas de crescimento para 2020

As vendas do comércio capixaba no mês de abril em relação a março, registraram um recuo de 17,9% no conceito restrito e 23,4% no comércio ampliado. Já em relação ao ano de 2019, apresentou um resultado negativo de 17,8% no restrito e 28% no ampliado. Os dados são da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, com análise da Assessoria Econômica da Fecomércio-ES.

Diante desse recuo, o presidente da Fecomércio-ES, José Lino Sepulcri, avalia que os empresários do comércio começaram o ano bastante otimistas, no entanto, com a crise causada pelo Coronavírus houve uma deterioração rápida das condições atuais da economia e das empresas. “Isso abalou todas as expectativas de crescimento para o ano de 2020, mas com a esperança de que, com o controle da situação seja possível amenizar a situação.”, explicou. 

O comércio ampliado registrou um recuo histórico, desde o início da série em 2005. Oito dos dez segmentos pesquisados obtiveram variação negativa em abril, com destaque para Tecidos, vestuário e calçados (-82,5%). 

Brasil

No âmbito nacional, o comércio restrito recuou 16,8% em abril em relação a março, e em comparação ao mesmo mês de 2019 o recuo também foi de 16,8%. Já o conceito ampliado, apresentou um resultado negativo de 17,5% na comparação mensal e 27,1% em relação a abril do ano passado. 

De março para abril de 2020, houve um recuo nas vendas do comércio em todas as 27 Unidades da Federação, com destaque para: Amapá (-33,7%), Rondônia (-21,8%) e Ceará (-20,2%). Para a mesma comparação, no comércio ampliado, a variação negativa também se deu nas 27 Unidades da Federação, com destaque para: Amapá (-31,6%), Espírito Santo (-23,4%) e São Paulo (-23,3%).

Nota Técnica

Os dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) são disponibilizados mensalmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A PMC tem por objetivo produzir indicadores que permitam acompanhar o comportamento conjuntural do comércio no País e nas Unidades da Federação a partir da receita bruta de revenda nas empresas formalmente constituídas, com 20 ou mais pessoas ocupadas, e cuja atividade principal é o comércio varejista. Os dados são divulgados com 2 (dois) meses de defasagem e poderão sofrer atualizações na divulgação seguinte. A análise dos dados do Espírito Santo é elaborada pela Assessoria Econômica da Fecomércio-ES.

Vendas do comércio capixaba registram recuo histórico em abril

Compartilhe:

 

 

Visitas: 98



CONTATO


NEWSLETTER


LOCALIZAÇÃO


REDES SOCIAIS


Onde estamos

Este site utiliza cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência. Leia nossa Política de privacidade.