INTEGRADO AO SISTEMA FECOMÉRCIO ES
  • Institucional

  • Sindical

  • Serviços

  • Comunicação

  • Notícias
  • Imagens

  • Contato


Consumidores mantêm intenção de consumo em alta

Publicado em 03/12/2019


Com indicador em crescimento desde janeiro de 2019, espera resultados ainda melhores

A intenção de consumo das famílias de Vitória apresentou mais uma alta, ficando 4,2% maior em relação ao mês anterior, atingindo 66,8 pontos em outubro, contabilizando dez meses consecutivos de crescimento. Em relação ao ano passado, a variação positiva foi de 34,4%.  Os dados são da pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias (ICF) da capital, analisada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Espírito Santo (Fecomércio-ES).
 
O índice das famílias com ganhos abaixo de 10 salários mínimos contribuíram para estes resultados, já o índice calculado para as famílias com renda maior tem apresentado pequenos recuos durante o ano e em novembro retraiu 0,3% em relação a outubro, marcando 100 pontos. Na avaliação da Fecomércio-ES, o resultado geral mostra que os consumidores estão cada vez mais dispostos a comprar. 
 
O presidente da entidade, José Lino Sepulcri, avaliou o crescimento do índice e o novo comportamento dos consumidores. “Essa maior intenção está ligada a fatores como inflação mais baixa, relativa segurança no emprego e um pouco mais de confiança no andamento da economia, o que tem influenciado a melhora da percepção das famílias em relação a sua renda.”, explicou sobre os resultados da pesquisa.
 
Embora o indicador abaixo de 100 pontos ainda mostre que as famílias estão insatisfeitas com o patamar atual de consumo, o índice tem apresentado trajetória de recuperação ao longo de 2019. Neste aumento, estão presentes os setores de emprego, o consumo e o de renda e crédito.
 
O Emprego Atual é o mais bem avaliado entre os componentes do ICF, e o único na zona de otimismo do índice (acima de 100 pontos) e ficou praticamente estável em relação ao mês anterior, já o Nível de Consumo Atual, obteve alta de 8,2% em novembro frente a outubro e em relação a novembro de 2018 cresceu 58,2%. E por último, o indicador de satisfação da Renda Atual cresceu 3,4% contra o mês anterior e 16,9% em relação ao mesmo mês em 2018. Compras a Prazo, na qual avaliam sobre o atual acesso ao crédito em relação ao ano passado, cresceu 3,6% frente a outubro e 38,0% em relação a novembro de 2018. A Compra de Duráveis teve alta de 8,7% frente ao mês anterior e 54,1% em relação a 2018.
 
Brasil
 
A ICF apurada para o Brasil obteve alta de 1,3% em novembro com relação a outubro, sendo a quarta alta consecutiva e marcando 95,2 pontos. Na comparação novembro de 2018 avançou 8,7%.
 
Nota Técnica
Os dados da Pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias (ICF) são coletados em âmbito nacional pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e disponibilizados às federações estaduais para elaborarem as análises de seus estados. A ICF possui capacidade de medir a avaliação que os consumidores fazem sobre aspectos importantes da condição de vida de sua família. Trata-se de um indicador antecedente do consumo a partir do ponto de vista dos consumidores. A pesquisa é realizada com cerca de 500 famílias residentes no município de Vitória – ES. A análise dos dados de Vitória-ES é realizada pela Assessoria Econômica da Fecomércio-ES.

Consumidores mantêm intenção de consumo em alta

Compartilhe:

 

 

Visitas: 101



CONTATO


NEWSLETTER


LOCALIZAÇÃO


REDES SOCIAIS


Onde estamos

Este site utiliza cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência. Leia nossa Política de privacidade.