INTEGRADO AO SISTEMA FECOMÉRCIO ES
  • Institucional

  • Sindical

  • Serviços

  • Comunicação

  • Notícias
  • Imagens

  • Contato


Inadimplência das famílias de Vitória atinge menor resultado desde 2016

Publicado em 05/11/2019

O indicador apresentou a décima queda consecutiva em outubro
 
A inadimplência das famílias de Vitória registrou no mês de outubro o menor percentual desde agosto de 2016, atingindo 29,3% pontos, correspondendo a cerca de 38 mil famílias declarando ter pelo menos uma conta ou dívida em atraso, sendo o décimo recuo consecutivo. No entanto, o endividamento das famílias apresentou alta em outubro de 2019 passando a 63,4%, uma diferença de 0,6 pontos percentuais em relação a setembro, e 5,5% menor em relação a 2018. Sob a perspectiva de que o endividamento por si só não é ruim, mas que deve ser levado em conta também a sua qualidade, refletida pela inadimplência, as notícias são boas: o mês de outubro registrou o menor percentual desde agosto de 2016. Os dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), com análise do estado feita pela assessoria econômica da Fecomércio-ES.
                                                                                        
Apesar do resultado positivo, a pesquisa também indicou um crescimento do percentual de famílias inadimplentes que declararam não ter condições de pagar suas dívidas atrasadas no próximo mês. Esse indicador, que passou o ano de 2019 em torno de 12%, atingiu em outubro o percentual de 15,9%. Os indicadores também mostraram à elevação do comprometimento das famílias com dívidas, que passou à média de 29,7%, maior nível desde dezembro de 2014, o que possibilita a diminuição da disposição de compra dessa família.
 
Para o presidente da Fecomércio-ES, José Lino Sepulcri, os resultados estão gradativamente melhorando, seguindo o ritmo da recuperação do mercado de trabalho e da renda das famílias. “Para o final de ano, a renda extra advinda da liberação dos recursos do FGTS e PIS/PASEP e do 13º salário, além da inflação sob controle, juros em queda e das oportunidades de emprego temporário típicos do período das festas de final de ano, deverão contribuir para um melhor ajuste no orçamento e para novas compras. Acredito que a recuperação sustentável da confiança das famílias e da capacidade de pagamento depende de um maior dinamismo do mercado de trabalho”, afirma o presidente. 
 
Brasil
O número de endividados no País caiu em outubro depois de nove meses consecutivos de alta. O endividamento das famílias no Brasil ficou em 64,7% em outubro contra 65,1% em setembro. O percentual de inadimplentes foi de 24,9% e 10,1% afirmou que não terá condições de pagar suas dívidas no próximo mês.
 
 
Nota Técnica
Os dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) são coletados em âmbito nacional pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e disponibilizados às federações para a elaboração das análises de seus estados. A pesquisa é realizada com uma amostra de, no mínimo, 500 famílias residentes no município de Vitória – ES. A análise dos dados de Vitória-ES é realizada pela Assessoria Econômica da Fecomércio-ES. 


Inadimplência das famílias de Vitória atinge menor resultado desde 2016

Compartilhe:

 

 

Visitas: 46



CONTATO


NEWSLETTER


LOCALIZAÇÃO


REDES SOCIAIS


Onde estamos

Este site utiliza cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência. Leia nossa Política de privacidade.